quinta-feira, 14 de junho de 2007

LAMARCA, UM RECONHECIMENTO POR MÉRITO.


Posso já não compactuar com os mesmos ideais que alimentaram homens e mulheres a entrar na luta por verdades que se mostraram falsas, enfrentando desafios ingentes, expondo-se inteiramente pelo que acreditavam certo.

Contudo, não posso deixar de admirá-los, pessoas como Luiz Carlos Prestes, Lamarca, Marighela e muitos outros e outras...

São pessoas que renegaram o conforto de suas carreiras, Prestes, como Lamarca, eram militares de carreira. Prestes passou mais de dez anos na prisão do Estado-Novo Getulista, dali saindo para apoiar o Caudilho, o mesmo que deportou, grávida, Olga Benário, sua mulher, para o campo de concentração nazista.

A causa que defendia sobrepujava as dores íntimas, o amor ao Povo justificava a sua ação... O amor a este País, de raríssimas celebridades !

Enxergaram as mazelas sociais e acreditaram nas mudanças que poderiam ajudar a acontecer,não viveram à espera da cômoda aposentadoria em fardas com distintivos e mãos sujas com sangue dos porões da tortura...

Não se furtaram à luta, desconheceram limites, quando há tanta comodidade em olhar para o próprio umbigo, onde os mais próximos são apenas os familiares...

Pelo contrário, sacrificaram os próprios entes queridos em sua luta pelo que achavam justo. Quanto tudo era escuro, tentaram acender uma luz de esperança.

Talvez esse reconhecimento aos familiares de Lamarca seja pouco por quem amou a sua gente e acreditou sinceramente em uma sociedade mais justa e fraterna, e morreu por essa causa.

Um comentário:

G disse...

Parabéns, Ediloy, vi o seu comentário no blog de um certo jornalista do estadão e a agressão feita contra si por um dos participantes daquilo e a defesa do comentarista "Memória do Blog".

Convido-o para participar com suas opiniões em outro blog:

http://lexpressao.blogspot.com/

Lá você será muito bem-vindo!