domingo, 15 de junho de 2008

OPERETA BUFA - paixões


Azo às cismas e temores
à conta de receios vãos
diante si verdade crua

Debruçada alheia redigia
enamorada em demasia
malbaratando cuidados

presença furtiva insana
tinto de sangue o papel
nas mãos do açougueiro

depunha a missiva
clandestina paixão
denunciadas juras

nem palavras defesas
inegáveis evidências
o marido e a infiel

maculada honra
ultrajado lar
maledicências

Visão congesta e rubra
fácies torpor e sofrer
recôndita marca da dor

incrédulos olhos atestam
reles artimanha perfídia
traição cobrando revides

nau revolta mente malsã
castigos cruéis à torpe
insaciáveis martírios

A dor lavada vingada
abatida bovina rotina
lâmina gesto certeiro

garras fortes
estiolam carnes
desossam animais

o mutismo da confessa ré
assassino crucial momento
cadavérica palidez mortal

derradeiros instantes
fatalidade iminente
vidas aflitas enredos

desfalecida inerte boneca
perfume embriaga e exala
o desejado corpo da amada

Faíscas emoções presentes
lembranças fortes latentes
vacila o executor clemente

O insultado chaga aberta
rechaça revanches perdoa
apiedando-se de seu amor

ódio contido ajoelhado
ferido homem humilhado
menino de colo carente

condoída adúltera
lágrimas convulsas
rende- se o traído

amam-se esquecidos
traumas reprimidos
futuro fel curtido

arquitetam planos
revivem sensações
prelibam venturas

Adormece lânguido exausto
desmaiado delírios febril
fortes tensões o infausto

Lépida levanta matreira
breves palavras rascunha
aguarde o amante querido...

3 comentários:

Lelo disse...

belas trovas
em que tu, amigo,provas
que, além de culto e sensível
tens o dom de boas novas
nos versos deste ou de outro mundo invisível
porém, tangível

ivaldo disse...

Ediloy...O futuro tem como oficio ser incerto,portanto,as palavras em todas as suas formas(real ou ludicas)nos aproxima da realidade e fortalece no""esperar com fé"(esperança)>Siga seu dom,desejo e sina pois mais será revelado.Parabens!!!!

Blog do Ediloy disse...

PUBLICADO NO RECANTO DAS LETRAS EM 07/09/08