sexta-feira, 24 de setembro de 2010

ALGARAVIAS

miselânea de impressões
mosaico controvertido
desprovido de sentidos

imagens desfocadas
fragmentos de momentos
em arroubos ensandecidos

repentes inusitados
despropositados,
inconvenientes

passam ágeis
como o vento
momentâneos

difusos.
uivantes, 
tristonhos...

6 comentários:

Anônimo disse...

24/09/2010 17:15 - edson gonçalves ferreira

Um poema quase simbolista e de uma beleza estonteante. Adorei. Parabéns.. Um abraço, Edson

Para o texto: A L G A RA V I A S (T2518173)

(Recanto das Letras)

Otelice Soares disse...

Sempre quebrando correntes, invadindo corações, plantando emoções, hein, poeta?
Abraços.

Anônimo disse...

28/09/2010 17:27 - Francinni Christtiani

Que Lindo texto! Cheio de cores e vida! E viva a energia revitalizadora da ESPERANÇA!!!

Para o texto: ANTÍTESES QUIXOTESCAS (T2525916)

(Recanto das Letras)

Anônimo disse...

Dizes bem Algaravia!

Uma misselânia de impressões
Mosaico controvertido
Desprovido de sentidos.

Parabéns!
ubirajara
caravanapoeta@yahoo.com.br
30/09/2010

Anônimo disse...

Como sempre querido poeta... perfeito... suas palavras são firmes e belas... já sentia a falta delas...

deusaii
deusaii@hotmail.com
30/09/2010

Anônimo disse...

Caro poeta vejo em seu texto a descrição de alguns políticos que falam pelo cotovelos porem sem nenhum respaldo (ideológico) ou que tenha algum cunho de boa vontade, o texto veio mesmo a calhar, meus sinceros aplausos.

J.A.Botacini.

Zezinho.
Jose Aparecido Botacini
ze-botacini@hotmail.com
01/10/2010

(Site de Poesias)